22 mil beneficiários do Postalis têm direito a receber o vale alimentação

A Justiça tem entendido que no momento em que o empregado dos Correios vai para a aposentadoria o POSTALIS tem que manter o pagamento do vale alimentação. Isto ocorre como forma de manter o mesmo nível de renda do tempo em que o empregado da ECT estava em atividade.

Entenda o caso

Em atividade o participante percebia o valor do vale refeição/alimentação e o vale cesta da Empresa, conforme acordo com o sindicato. No momento da concessão do benefício de aposentadoria o Postalis não o considera no cálculo, o que gera um pagamento inferior ao devido. A Justiça tem se manifestado favorável na determinação da revisão do benefício para a incorporação do vale refeição/alimentação e o vale cesta. Isso aumentará o valor mensal de seu benefício, além de lhe garantir o pagamento dos atrasados dos últimos cinco anos, que dão, em média R$ 42.835,00 (quarenta e dois mil e oitocentos e trinta e cinco reais).